FICHA COMPLETA DO PARLAMENTAR
VOTAÇÕES

6 negativa(s), segundo as entidades consultadas

Número da medida ou do projeto de lei
Resumo
Entidade
avaliadora
Avaliação segundo
a entidade
Como votou
Resultado

Número da medida ou do projeto de lei
MPV 688/2015
> MPV 688/2015
Resumo
A medida provisória, votada em novembro de 2015, permitiu que fosse repassado ao consumidor custos extras que são gerados quando hidrelétricas não conseguem entregar a energia prometida, o que aumentou a conta de luz para trabalhadores urbanos e rurais
Entidade avaliadora
Greenpeace
Avaliação segundo a entidade
Desfavorável
Como votou
Sim
Resultado
VOTAÇÃO NEGATIVA


Número da medida ou do projeto de lei
MPV 676/2015
> MPV 676/2015
Resumo
A emenda, votada em setembro de 2015, garantiu seguro-desemprego a trabalhadores rurais safristas e foi discutida dentro de uma medida provisória que aumentava o valor de algumas aposentadorias por tempo de contribuição
Entidade avaliadora
Confederação Nacional dos Trabalhadores Assalariados(as) Rurais (Contar)
Avaliação segundo a entidade
Favorável
Como votou
Não
Resultado
VOTAÇÃO NEGATIVA


Número da medida ou do projeto de lei
PL 1057/2007
> PL 1057/2007
Resumo
O projeto, aprovado em agosto de 2015, trata de medidas para combater práticas tradicionais nocivas em sociedades indígenas, como o infanticídio, mas é criticado por entidades do setor por potencializar o preconceito
Entidade avaliadora
Conselho Indigenista Missionário (Cimi)
Avaliação segundo a entidade
Desfavorável
Como votou
Sim
Resultado
VOTAÇÃO NEGATIVA


Número da medida ou do projeto de lei
MPV 664/2014
> MPV 664/2014
Resumo
A medida provisória, aprovada em maio de 2015, dificultou o acesso à pensão por morte do INSS, o que impacta trabalhadores urbanos e rurais
Entidade avaliadora
Confederação Nacional dos Trabalhadores Assalariados(as) Rurais (Contar)
Avaliação segundo a entidade
Desfavorável
Como votou
Sim
Resultado
VOTAÇÃO NEGATIVA


Número da medida ou do projeto de lei
MPV 665/2014
> MPV 665/2014
Resumo
A medida provisória, aprovada em maio de 2015, dificultou o acesso ao seguro-desemprego e retirou o benefício dos trabalhadores rurais que trabalham por safra
Entidade avaliadora
Confederação Nacional dos Trabalhadores Assalariados(as) Rurais (Contar)
Avaliação segundo a entidade
Desfavorável
Como votou
Sim
Resultado
VOTAÇÃO NEGATIVA


Número da medida ou do projeto de lei
PL 4148/2008
> PL 4148/2008
Resumo
O projeto acaba com a exigência do símbolo de alimentos transgênicos nos rótulos; a emenda votada em abril de 2015 manteve o conteúdo do projeto de lei
Entidade avaliadora
Greenpeace
Avaliação segundo a entidade
Desfavorável
Como votou
Sim
Resultado
VOTAÇÃO NEGATIVA

AUTOR(A) DE PROJETOS RELEVANTES EM TRAMITAÇÃO

Nenhuma autoria de projeto encontrada.


A temperatura do deputado foi calculada com base em sua atuação parlamentar


Outras informações:

DOAÇÕES PARA O CANDIDATO EM 2014

Valor total recebido de empresas e pessoas físicas com autuações do IBAMA ou que foram flagradas
em trabalho escravo: R$ 399.000, o que equivale a 11.4% do total recebido pelo parlamentar

Empresas e pessoas físicas doadoras
Trabalho escravo
Autuação no IBAMA

> TRANSRIO CAMINHÕES ONIBUS MAQUINAS E MOTORES
    R$ 200.000 (doação indireta)

> CONSTRUTORA QUEIROZ GLAVAO S A
    R$ 199.000 (doação indireta)
MULTADOS PELO IBAMA

Nenhuma multa encontrada.

AÇÕES PENAIS NO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL

Nenhuma ação penal encontrada.

PROPRIEDADES RURAIS

Sócio, administrador e/ou proprietário de 0 propriedade(s) rural(s), de acordo com autodeclaração no TSE, e de 1 empresa(s) rural(s), de acordo com a Receita Federal.

> Sócio, administrador e/ou proprietário da AGROBILARA COMERCIO E PARTICIPACOES LTDA, na cidade de Uberaba, Minas Gerais e com capital social de R$ 40.000.000

IRREGULARIDADES TRABALHISTAS

Empresa rural do deputado foi flagrada com trabalho escravo e recebeu 16 autos de infração em fiscalização do Ministério do Trabalho

> A empresa AGROVAS-AGROPECUARIA VALE DO SUIA LTDA, na cidade de Belem, Pará, foi flagrada em 2006 com 41 trabalhadores em situação análoga à escravidão.

> A empresa AGROBILARA COMERCIO E PARTICIPACOES LTDA, na cidade de Uberaba, Minas Gerais, foi autuada em 2014 e 2015 por irregularidades trabalhistas relacionadas a quadro de horário dos trabalhadores e ausência de apresentação de documentos no ato da fiscalização.

DÍVIDA COM O INSS

Nenhuma dívida encontrada.

Fontes: Site da Câmara, IBAMA, PGFN, TSE, STF e Receita Federal